Índice


Conexões

As conexões servem de caminho entre as fontes de dados (E3, servidor OPC, EPM, Arduino) e os objetos que estarão na tela para monitoramento e controle. Os tipo de conexões são:


Elipse E3

A conexão com o Elipse E3 pode se dar de duas formas, via OPC-DA, onde o Elipse Mobile interpreta o E3 como qualquer outro servidor OPC-DA ou com a conexão E3 nativa presente no Mobile, o que possibilita uma resposta melhor em função da conexão não se dar pela DCOM do Windows.


E3 OPC-DA

e3opc

Conexão via OPC-DA com o Elipse E3.

Propriedade Função
Nome Nome da conexão
Servidor Nome da máquina com o Servidor E3 OPC

E3 Nativo

e3nativo

A conexão E3 nativa permite ao administrador do sistema adicionar duas máquinas servidoras (HotStandby), para que no caso de falha do servidor principal, o servidor backup é ativado e o Elipse Mobile entende esta mudança.

Para configurar esta opção, digite o nome dos servidores separados por vírgula no campo Servidor.

e3_hotstandby

Propriedade Função
Nome Nome da conexão
Servidor Nome da(s) máquina(s) com E3 Server
User Usuário
Password Senha

A conexão E3 nativa é compatível para versões E3 4.6 ou superiores.

Voltar para o topo


Elipse SCADA

scada

Conexão via OPC-DA com o Elipse Mobile.

Propriedade Função
Nome Nome da conexão
Servidor Nome da máquina com o Servidor SCADA OPC

Voltar para o topo

OPC-DA

opc

O tipo de conexão OPC-DA permite a conexão do Elipse Mobile com qualquer servidor que se utilize da tecnologia OPC-DA.

Propriedade Função
Nome Nome da conexão
OPC Server program ID ID do Servidor OPC
Servidor Nome da máquina com o Servidor OPC

Voltar para o topo


Arduino

arduino

O Elipse Mobile possui uma conexão nativa com as placas Arduino, o que faz com que a configuração e comunicação com o Arduino seja mais fácil e rápida.

Propriedade Função
Nome Nome da conexão
Port Porta COM em que se encotra o Arduino

Veja a página Elipse Mobile Arduino para maiores informações.

Voltar para o topo


Demo

demo

A conexão Demo permite ao desenvolvedor da aplicação ter acesso à vários tags de demonstração. Sendo eles:

Nome Tipo
TagInternal1 Interno
TagInternal2 Interno
TagInternal3 Interno
TagDemoRandom1 Randômico
TagDemoRandom2 Randômico
TagDemoRandom3 Randômico
TagDemoRamp1 Rampa de subida 0 - 100
TagDemoRamp2 Rampa de subida 5 - 10
TagDemoRamp3 Rampa de subida 20 - 30

Voltar para o topo


Form

form

Conexão para criação de formulários.

O Elipse Mobile Forms permite a criação de formulários para serem preenchidos online ou offline.

Forms

Voltar para o topo


Conceitos

Um formulário ou form é a representação de uma folha com respostas. No servidor Mobile se encontra a definição do modelo de form e o armazenamento das respostas preenchidas.

No Mobile as repostas possuem campos pré-definidos e um estado que controla o fluxo de edição. Ao ser criado o form nasce com o estado pendente, que significa que ele deve ser preenchido por alguém.

Cada definição de form possui uma configuração de usuários administradores ou apenas usuários. Os administradores são aqueles que podem criar uma nova entrada (criar um form novo) e usuário são aqueles que somentem podem preencher o form, mas não podem deletar ou criar uma formulário novo.

Quando o form é criado e está pendente, qualquer usuário (grupo) do formulário pode atribuir a tarefa de preencher o formulário para si. Sendo assim, o form entra no estado atribuído para alguém. Neste estado outros usuários não poderão editar este form. Isso evita que ele seja preenchido por mais de uma pessoa ao mesmo tempo.

O modelo de preenchimento offline também se baseia neste conceito de atribuição. Quando um usuário decide ir offline para fazer uma coleta todos os formulários que estão atribuídos para ele são armazenados no dipositivo móvel.

Depois de preenchido o formulario é enviado automaticamente para o servidor (se online) ou fica armazenado até que a operação “Conectar” seja utilizada. Ao conectar, todos os formários editados offline serão enviados para o servidor.

Depois da fase de edição existe a fase de finalização. Mesmo quando as repostas são enviadas para o servidor não significa que ele esteja pronto. Assim, a última etapa da edição consiste em marcar o form como finalizado.

Existe uma opção para o formulário que é revisão. Quando esta opção estiver marcada existe uma etapa extra após a finalização. Esta etapa pode ser feita apenas pelos administradores do form e correspende a aprovação da coleta de dados.

O objeto possui as seguintes opções em sua criação:

Propriedade Função
Nome Nome do Form
Campos Ver ítem Campos
Incluir fase de Revisão Esta opção faz com que exista uma fase adicional no fluxo do formário.
Script Ver ítem Scripts
  Permissões
Administradores Criar uma nova entrada (registro) no formulário; -Podem deletar registros; Editar campos reservados para Administradores; Aprovar/revisar respostas de formulários caso esta opção seja usada; As demais opções de usuários
Usuários Responder formulários; Atribuir (levar para edição) um formulário para si mesmo; Desistir de preencher um formulário atruibuido para si mesmo

Voltar para o topo


Campos

campos

Propriedade Função
adicionar Adiciona um novo campo
editar Edita o campo selecionado na lista
apagar Apaga o campo selecionado na lista

Voltar para o topo


Propriedades do campo

form_fieldproperties

Propriedade Função
Texto Texto a ser exibido para o usuário no preenchimento do formulário
Nome Texto para identificar o campo
Tipo Ver ítem Tipo de Campo
Complemento Ver ítem Complementos
Reservado para administradores Reserva o campo para que apenas administradores deste formulário consigam responder
Permitir que valor esteja indisponível Opção que permite ao usuário negar a resposta por alguma indisponibilidade

Voltar para o topo


Tipo de campo

forms_fieldtypes

Tipo Descrição
Número Para valores numéricos
Texto Curto Para nomes, descrições
Texto Longo Para anotações maiores, comentários
Digital True/False
Imagem Imagem enviada para o servidor
QR Code Ativa a leitura de um QR Code
QRCODE Check Faz a verificação através de um QR Code. Estados: 0 - Não verificado, -1 - Verificado Incorretamente e 1 - Verificado Corretamente.
Options Define opções para a seleção do usuário como um ComboBox
Grupo Usado para fazer a separação de perguntas no form. Não salva nada no banco de dados
Imagem Estática Usado para colocar uma imagem de auxílio entre as perguntas do form. Não salva nada no banco de dados
Data Entrada de uma data

Voltar para o topo


Complementos

form_comple

Alguns tipos de campos necessitam do campo Complemento para o seu funcionamento.

Tipo Descrição
QRCODE Check Define qual a string que deve ser lida no QR Code. Exemplo: PT100
Options Campo para definir as opções. Exemplo: a ; b; c

Observação: O QRCODE Check não gera o QRCode para verificação. O mesmo pode ser gerado no mesmo gerador de QR Code utilizado pelas páginas ou gerado em qualquer outro gerador de QR Code.

Voltar para o topo


Scripts

script_form

Os scripts do Elipse Mobile são feitos na linguagem JavaScript. Existe vasta documentação na web sobre JavaScrit, por exemplo: https://www.w3schools.com/jsref/default.asp

Os parâmetros globais disponíveis para acesso via script no Form são:

state          : 0=pendente, 1=Atribuído, 2=Finalizado e 3=Aprovado
assignedUser   : Usuário atribuído ao formulário
user           : Usuário responsável pela última alteração no formulário
timestamp      : Data/Hora da última atualização do Form
fields         : Local onde os campos estarão listados e organizados

Para o acesso destas variáveis, a sintaxe correta é:

form.NOME_DO_PARAMETRO

Exemplo:

WriteTag("demo:TagInternal1", 
          form.assignedUser, 
          function(er)  { }
          );

Dentro de cada campo, temos as propriedades:

value          : Valor do campo
timestamp      : Data/Hora da última atualização do campo

Desta forma, para se ter acesso às propriedades do campo, a sintaxe correta é:

form.fields.NOME_DO_CAMPO.NOME_DA_PROPRIEDADE

Exemplo:

WriteTag("demo:TagInternal1", 
          form.fields.campo1.value, 
          function(er)  { }
          );

Quando uma resposta é criada/edita, um evento de script de é chamado no lado do servidor.

Este evento pode ser usado para validar o form, copiar dados para outros sistema (EPM/E3) via writetag e/ou enviar um e-mail de notificação sobre alteração do form.

Exemplo:


function OnChange(form)
{
  //Se estado for 2 então é finalizado
  if (form.state == 2/*Finalizado*/)
  {
     WriteTag("demo:TagInternal1", 
              form.fields.campo.value,
              function (er) { }
      );
  }
}

form.campo é o nome dado ao campo do formulário.

Menu -> Eventos -> + -> Script

Condição - Ser sexta feira

Condição:

(new Date(ValueOf("demo:_now"))).getDay() == 5

Esta condição precisa ter um tag do mobile. Por isso, o tag “demo:now” foi adicionado na expressão.

Note: Sunday is 0, Monday is 1, and so on. http://www.w3schools.com/jsref/jsref_obj_date.asp

Script

SendMail("a",
 "Dia de preencher form",
 "message",
 function (er) 
 {
 });

WriteNode("form:", 
         {campo: 1}, 
         function(er){
         });

Condição:  ValueOf("demo:_now") && (new Date().getDay() == 1)

Script:


var day = new Date().getDay();
var title = "Segunda";
var formName = "FormName";

if (formName)
{
  WriteNode(formName + ":", 
            { Diario : title }, 
              function(er)
              {
              }
            );
}

É possível criar outro script semelhante para outros dias.

O script roda quando o evento entrar na condição verdadeira. Quando a condição for para false não acontece nada.

Voltar para o topo


Fluxo de edição do Form

Ao ser criado o form se encontra o estado 0=pendente. Qualquer usuário do form pode atribuir um registro para si com a finalidade de editá-lo. Estado 1=Atribuído. Ao concluir, o usuário passa o form para o estado 2=Finalizado. Ele também pode desistir de preencher o form e ele volta para o estado 0=pendente.

Se o form estiver com a opção “etapa de revisão” então após a finalização um administrador do form precisa aprovar. Desta forma o form passa para o estado 3=Aprovado.

Voltar para o topo


Modo Offline

Quando o usuário entra no modo offline, é feito uma cópia de todas as páginas do servidor para o celular. Além das páginas, todos os forms atribuídos para o usuário serão copiados. No modo offline o usuário pode editar os formularios que estão atribuídos para sí.

Quando ele voltar ao modo online, as alterações dos formulários serão enviadas para o servidor.

Voltar para o topo


EPM (OPC UA)

ua

Conexão com os tags do EPM via OPC-UA.

Propriedade Função
Nome Nome da conexão
Server Endereço do servidor UA
User Usuário
Password Senha

Voltar para o topo